O desafio de conviver com as diferenças.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O desafio de conviver com as diferenças.

Mensagem  daisy.fusca em Qua Jul 18, 2012 6:23 pm

o desafio de viver com a diferença
---- Somos fruto da diferença, assim afirma a Teoria de Evolução das Espécies. Darwin provou que as diferenças foram primordiais para existência humana. Hoje em dia as diferenças ultrapassam o âmbito biológico, se expandindo para aspectos étnicos e culturais. A diversidade está presente no mundo inteiro, em cada pessoa, em cada ação, tudo isso faz parte de um contexto rico e louvável, o problema está no limite de aceitação dessas diferenças.
---- Existem ‘N’ exemplos de diversidades que foram motivos de negação e repressão. No período de escravidão os valores de uma pessoa eram definidos por sua cor, sendo assim os negros foram explorados e tratados como ‘’lixo’’ com o argumento de que os negros eram inferiores e diferente da raça ariana.
---- Na idade média, era indubitável a rejeição e repressão de algumas diferenças. As vestes e costumes, por exemplo, de uma determinada cultura, deveria ser igual a todos que ali habitavam, aquele que ousa-se ter um estilo diverso arcava com as conseqüências de ser repreendido de forma brutal ou humilhante. A religião em alguns países, foi por muitos anos foi soberana, as pessoa não tinha opção de escolha, a Inquisição da Igreja foi um momento pérfido, aquele que discorda-se da política local, judeus, bruxas, filósofos ou protestantes, eram mortos, muitas vezes queimados em praças publicas, ou seja, não existia tolerância nem espaços para a diversidade.
----- Nos dias atuais, apesar de uma grande evolução esse conceito ainda prevalece. Homossexuais, algumas tribos e até mesmo os negros lutam por uma igualdade social independente do estilo de vida, opção sexual ou etnia. Grupos de pessoas em protestos contra o preconceito fizeram e fazem revolução. Em uma sociedade moderna onde o que mais existe é a diversidade, é inaceitável pessoas presas a valores antigos, imediatistas e preconceituosos, ‘’somos todos diferentes e somos todos iguais’’, as diferenças não tornam ninguém superior a alguém. É necessário mais respeito e tolerância para um mundo mais justo aprazível e amigável.


me ajudem =]

daisy.fusca

Mensagens: 4
Pontos: 6
Data de inscrição: 18/07/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O desafio de conviver com as diferenças.

Mensagem  Kevin de Oliveira em Qui Jul 19, 2012 1:36 pm

daisy.fusca escreveu:o desafio de viver com a diferença
---- Somos fruto da diferença, assim afirma a Teoria de Evolução das Espécies. Darwin provou que as diferenças foram primordiais para existência humana. Hoje em dia as diferenças ultrapassam o âmbito biológico, se expandindo para aspectos étnicos e culturais. A diversidade está presente no mundo inteiro, em cada pessoa, em cada ação, tudo isso faz parte de um contexto rico e louvável, o problema está no limite de aceitação dessas diferenças.
---- Existem ‘N’ exemplos de diversidades que foram motivos de negação e repressão. No período de[da] escravidão os valores de uma pessoa eram definidos por sua cor, sendo assim os negros foram explorados e tratados como ‘’lixo’’ com o argumento de que os negros eram inferiores e diferente[s] da raça ariana.
---- Na idade média, era indubitável a rejeição e repressão de algumas diferenças. As vestes e costumes, por exemplo, de uma determinada cultura, deveria ser igual a todos que ali habitavam, aquele que ousa-se [ousasse | ousa-se, presente na forma passiva] ter um estilo diverso arcava com as conseqüências de ser repreendido de forma brutal ou humilhante. A religião em alguns países, foi por muitos anos foi soberana, as pessoa não tinha opção de escolha, a Inquisição da Igreja foi um momento pérfido, aquele que discorda-se da política local, judeus, bruxas, filósofos ou protestantes, eram mortos, muitas vezes queimados em praças publicas, ou seja, não existia tolerância nem espaços para a diversidade.
----- Nos dias atuais, apesar de uma grande evolução esse conceito ainda prevalece. Homossexuais, algumas tribos e até mesmo os negros lutam por uma igualdade social independente do estilo de vida, opção sexual ou etnia. Grupos de pessoas em protestos contra o preconceito fizeram e fazem revolução. Em uma sociedade moderna onde o que mais existe é a diversidade, é inaceitável pessoas presas a valores antigos, imediatistas e preconceituosos, ‘’somos todos diferentes e somos todos iguais’’, as diferenças não tornam ninguém superior a alguém. É necessário mais respeito e tolerância para um mundo mais justo aprazível e amigável.


me ajudem =]

Bem, a introdução ficou boa. Agora, no desenvolvimento se percebeu uma certa superficialidade provocada por um excesso de exemplificações e a falta de um argumento que falasse sobre a causa da coisa. Esta problemática é o principal aspecto do desenvolvimento de um texto dissertativo. Perguntas como: Quais os fatores influenciáveis para com a sociedade? O que essa diversidade acarreta no ,individuo? Tais pontos enriquece o texto e desperta o interesse do leitor. 7,0

Kevin de Oliveira

Mensagens: 14
Pontos: 18
Data de inscrição: 04/07/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Dicas

Mensagem  Andrade em Qui Jul 19, 2012 6:01 pm


daisy.fusca escreveu:o desafio de viver com a diferença
---- Somos fruto da diferença, assim afirma a Teoria de Evolução das Espécies. Darwin provou que as diferenças foram primordiais para existência humana. Hoje em dia as diferenças ultrapassam o âmbito biológico, se expandindo para aspectos étnicos e culturais. A diversidade está presente no mundo inteiro, em cada pessoa, em cada ação, tudo isso faz parte de um contexto rico e louvável, o problema está no limite de aceitação dessas diferenças.
---- Existem ‘N’ exemplos de diversidades que foram motivos de negação e repressão. No período de[da] escravidão os valores de uma pessoa eram definidos por sua cor, sendo assim os negros foram explorados e tratados como ‘’lixo’’ com o argumento de que os negros eram inferiores e diferente[s] da raça ariana.
---- Na idade média, era indubitável a rejeição e repressão de algumas diferenças. As vestes e costumes, por exemplo, de uma determinada cultura, deveria ser igual a todos que ali habitavam, aquele que ousa-se [ousasse | ousa-se, presente na forma passiva] ter um estilo diverso arcava com as conseqüências de ser repreendido de forma brutal ou humilhante. A religião em alguns países, foi por muitos anos foi soberana, as pessoa não tinha opção de escolha, a Inquisição da Igreja foi um momento pérfido, aquele que discorda-se da política local, judeus, bruxas, filósofos ou protestantes, eram mortos, muitas vezes queimados em praças publicas, ou seja, não existia tolerância nem espaços para a diversidade.
----- Nos dias atuais, apesar de uma grande evolução esse conceito ainda prevalece. Homossexuais, algumas tribos e até mesmo os negros lutam por uma igualdade social independente do estilo de vida, opção sexual ou etnia. Grupos de pessoas em protestos contra o preconceito fizeram e fazem revolução. Em uma sociedade moderna onde o que mais existe é a diversidade, é inaceitável pessoas presas a valores antigos, imediatistas e preconceituosos, ‘’somos todos diferentes e somos todos iguais’’, as diferenças não tornam ninguém superior a alguém. É necessário mais respeito e tolerância para um mundo mais justo aprazível e amigável.

Bom, como costumo sempre frizar, tenho pouca experiência, porém criticas construtivas, acredito, ser sempre bom.
Minha amiga, li seu texto, bem complexo, um patamar muito bom, Entretando, vou comentar o que percebi.
Na sua introdução, você usou um inicio de um período, NOS DIAS DE HOJE, pelo que ja li, muito perigoso, é considerado falta de vocabulário, procure usar mundo hordieno, algo desse genero.
Você cita também que Hoje em dia as diferenças ultrapassam o âmbito biológico, se expandindo para aspectos étnicos e culturais.
E depois no desemvolvimento: Logo, se hoje em dia que está se expandindo para aspectos étnicos e culturais, com no período da escravidão : No período de[da] escravidão os valores de uma pessoa eram definidos por sua cor, sendo assim os negros foram explorados e tratados como ‘’lixo’’ com o argumento de que os negros eram inferiores e diferente[s] da raça ariana.
ou seja, desde a tempos passados, que os aspectos étnicos e culturas são diferenças.
Cuidade com a questão “N” a depender da banca, acredito que quase todas, são rigorosas nessa questão, considerado vocabulário informal (giria)
Cuidado com as informações, “as pessoa não tinha opção de escolha, por incrível que pareça, tinham sim, porém eram execradas, como você mesmo citou: , judeus, bruxas, filósofos ou protestantes, eram mortos, muitas vezes queimados em praças publicas, ou seja, não existia tolerância nem espaços para a diversidade.
ficou desencontro de informação, você frizou um desenvolvimento , e depois contradisse, espero que tenha ajudado!


Andrade

Mensagens: 18
Pontos: 30
Data de inscrição: 16/07/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum