TEMA: O CONCEITO DE FAMÍLIA NO SÉCULO XXI - LEIO DE VOLTA!!!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

TEMA: O CONCEITO DE FAMÍLIA NO SÉCULO XXI - LEIO DE VOLTA!!!

Mensagem  EstudanteNERD em Ter Out 20, 2015 3:36 pm

TEMA: O CONCEITO DE FAMÍLIA NO SÉCULO 21
TÍTULO: Um padrão que não existe mais!

 
     Não é de hoje que à família vem sofrendo variações em sua estrutura. Novos conceitos, novos tipos, consequentemente, novos preconceitos. Hoje, os núcleos familiares dependem unicamente do afeto e do amor, não havendo mais um padrão para sua constituição. Mesmo com todas estas mudanças, decorrentes da própria modificação das sociedades, as transformações não devem influenciar no papel que ela tem.
     Homem, mulher e filhos. Esta era à fórmula de uma família pregada a todos por uma sociedade com fortes heranças patriarcais. Entretanto, o mundo mudou, o Brasil mudou, não existe mais “o padrão” e sim os padrões. Agora, a regra para se formar uma família é o afeto e o amor. Este último, caracterizado por Sócrates, da seguinte maneira “o amor é a busca pelo que não se possui”. Portanto, visto o novo sentido desse laço afetivo, deve-se a todos esses novos núcleos familiares o direito de existência; pois, um lar deve ser um lugar harmônico, onde o que os una seja à relação de afetividade e não uma norma social.
     Ademais, as instituições familiares continuam a ser, independentemente da formação, à base de uma sociedade. Serve de referência para o indivíduo e fornece estrutura para formação de novos cidadãos; sendo os adultos do lar os primeiros educadores. Ainda, devido às novas configurações, haverá a diminuição do preconceito; um maior número de adoções; redução da intolerância, dentre outras melhorias das quais carece o nosso país.
     Enfim, colocar em pauta como deve constituir-se à família não se faz necessário, pois, basta que ela seja fruto de amor e respeito. No entanto, ainda há preconceitos históricos quanto a isso. Com isto, faz-se necessário por parte dos professores, levar às escolas palestras sobre o respeito ao próximo; aceitação das diferenças; os significados dos laços familiares etc. Ainda, cabe à sociedade em geral extinguir os pensamentos preconceituosos acerca do assunto, pregando à tolerância a todos os tipos de relacionamentos.
Qualquer comentário é bem vindo,  críticas ainda mais. Desde já, agradeço.  cheers  Obs.: Foi um tema complicado para mim, talvez não fique claro e totalmente dentro do assunto. :/

EstudanteNERD

Mensagens : 7
Pontos : 13
Data de inscrição : 18/09/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TEMA: O CONCEITO DE FAMÍLIA NO SÉCULO XXI - LEIO DE VOLTA!!!

Mensagem  Lucas Medeiros em Sex Out 30, 2015 3:33 pm

EstudanteNERD escreveu:TEMA: O CONCEITO DE FAMÍLIA NO SÉCULO 21
TÍTULO: Um padrão que não existe mais!

     Não é de hoje que à família vem sofrendo variações em sua estrutura. Novos conceitos, novos tipos, consequentemente, novos preconceitos. Hoje, os núcleos familiares dependem unicamente do afeto e do amor, não havendo mais um padrão para sua constituição. Mesmo com todas estas mudanças, decorrentes da própria modificação das sociedades, as transformações não devem influenciar no papel que ela tem.
     Homem, mulher e filhos. Esta era à fórmula de uma família pregada a todos por uma sociedade com fortes heranças patriarcais. Entretanto, o mundo mudou, o Brasil mudou, não existe mais “o padrão” e sim os padrões. Agora, a regra para se formar uma família é o afeto e o amor. Este último, caracterizado por Sócrates, da seguinte maneira “o amor é a busca pelo que não se possui”. Portanto, visto o novo sentido desse laço afetivo, deve-se a todos esses novos núcleos familiares o direito de existência; pois, um lar deve ser um lugar harmônico, onde o que os una seja à relação de afetividade e não uma norma social.
     Ademais, as instituições familiares continuam a ser, independentemente da formação, à base de uma sociedade. Serve de referência para o indivíduo e fornece estrutura para formação de novos cidadãos; sendo os adultos do lar os primeiros educadores. Ainda, devido às novas configurações, haverá a diminuição do preconceito; um maior número de adoções; redução da intolerância, dentre outras melhorias das quais carece o nosso país.
     Enfim, colocar em pauta como deve constituir-se à família não se faz necessário, pois, basta que ela seja fruto de amor e respeito. No entanto, ainda há preconceitos históricos quanto a isso. Com isto, faz-se necessário por parte dos professores, levar às escolas palestras sobre o respeito ao próximo; aceitação das diferenças; os significados dos laços familiares etc. Ainda, cabe à sociedade em geral extinguir os pensamentos preconceituosos acerca do assunto, pregando à tolerância a todos os tipos de relacionamentos.
C1: 160
C2: 200
C3: 80
C4: 120
C5: 120
Total: 680
Brother, percebo que você compreendeu o tema, mas faltou problematizar e argumentar - por isso a nota da competência 3. Além disso, faltou clareza e o bom uso dos recursos de coesão para articular o texto, prejudicando a competência 4.
A competência 5 não foi totalmente atendida totalmente por conter sugestões um tanto previsíveis e não ter detalhado bem as propostas. Seja mais objetivo e detalhe mais, sugerindo algo fora do senso comum.
Sobre a competência 1: sugiro que estude um pouco mais o uso de crases e tome cuidado com as marcas de oralidade na escrita.
Boa sorte.
avatar
Lucas Medeiros

Mensagens : 79
Pontos : 85
Data de inscrição : 05/06/2015
Idade : 21
Localização : Natal, Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum