A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira - corrijo de volta se corrigirem a minha.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira - corrijo de volta se corrigirem a minha.

Mensagem  Marlly Batista Souza em Qua Nov 11, 2015 10:26 pm

Em um país onde existem escritoras brilhantes, como Clarice Lispector, a violência praticada contra o gênero feminino é alarmante. Há vários séculos a mulher tinha um único papel na sociedade: a de ser submissa ao homem e a dona do lar. Entretanto, essa realidade mudou com a chegada da era moderna, mas não por completo.
Partindo do princípio, a visão que a antiga sociedade atribuiu a classe feminina é praticada até hoje, o que resultou em uma dependência econômica, social e emocional da mulher com o homem. E é a partir dessa ideologia machista que a mulher sofre com a falta de liberdade. Em casos como o da violência praticada contra o gênero feminino, o fator relevante, é a dependência que a mulher tem com o sexo oposto ao seu.
Os índices de violência contra a mulher aumentam cada vez mais, e geralmente, os motivos que levam a tal crime advêm de fatores históricos, educacionais, e até mesmo econômico, pois em muitos dos casos as mulheres dependem do marido para viver. Diante desse quadro, é notável que a população, principalmente feminina, mantem-se a margem sem conhecer a proteção que o Estado possui, como a lei Maria da Penha. Segundo dados da Secretária Pública para a mulher, cerca de 51,68% das violências é física, o que revela, claramente, que as agressões acontece principalmente na esfera privada.
Sendo assim, é necessário que o Estado invista em mais centrais de atendimento as vitimas, principalmente nas áreas periféricas, em programas de auxilio psicológico, financeiro e educacional. Promovendo campanhas em prol de assegurar ao gênero feminino o pleno gozo da sua liberdade individual.

Marlly Batista Souza

Mensagens : 1
Pontos : 3
Data de inscrição : 10/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira - corrijo de volta se corrigirem a minha.

Mensagem  LuhFurlan em Sex Nov 13, 2015 6:53 pm

Em um país onde existem escritoras brilhantes, como Clarice Lispector, a violência praticada contra o gênero feminino é alarmante. Há vários séculos a mulher tinha um único papel na sociedade: a de ser submissa ao homem e a dona do lar. Entretanto, essa realidade mudou com a chegada da era moderna, mas não por completo.
Partindo do princípio, a visão que a antiga sociedade atribuiu a classe feminina é praticada até hoje, o que resultou em uma dependência econômica, social e emocional da mulher com o homem. E é a partir dessa ideologia machista que a mulher sofre com a falta de liberdade. Em casos como o da violência praticada contra o gênero feminino, o fator relevante, é a dependência que a mulher tem com o sexo oposto ao seu.
Os índices de violência contra a mulher aumentam cada vez mais, e geralmente, os motivos que levam a tal crime advêm de fatores históricos, educacionais, e até mesmo econômico, pois em muitos dos casos as mulheres dependem do marido para viver. Diante desse quadro, é notável que a população, principalmente feminina, mantem-se a margem sem conhecer a proteção que o Estado possui, como a lei Maria da Penha. Segundo dados da Secretária Pública para a mulher, cerca de 51,68% das violências é física, o que revela, claramente, que as agressões acontece principalmente na esfera privada.
Sendo assim, é necessário que o Estado invista em mais centrais de atendimento as vitimas, principalmente nas áreas periféricas, em programas de auxilio psicológico, financeiro e educacional. Promovendo campanhas em prol de assegurar ao gênero feminino o pleno gozo da sua liberdade individual.

CORREÇÃO NÃO OFICIAL - Opinião

Sua redação está muito boa, de verdade. Achei bem bacana que você citou Clarice Lispector, embora eu acha que você tenha que ter dito não apenas das escritoras, mas generalizando as mulheres boas que temos, porém não muda meu parabéns. Algumas considerações nós sempre temos, mas no seu caso, quase não achei. Encontrei uma vírgula em um local inadequado e algumas palavras que ficaram um pouco mais fracas que poderiam ser trocadas por algumas mais fortes. Mas de conteúdo está excelente, organização, e também de argumentação, visto que você citou uma escritora muito influente, e também os dados estatísticos que fortalecem, como sabemos, a argumentação. Parabéns!

Alarmante = nesse caso, acho que você usou a palavra errada; poderia ser "incoerente", que faz referência ao seguinte pensamento: nós temos mulheres maravilhosas como Clarice Lispector, então, por que a mulher ainda continua sendo violentada? É incoerente. Então, acho que "incoerente" ficaria melhor no lugar de "alarmante".
A de = "a de ser submissa ao homem" ficaria melhor sem o "a de" --> ..."um papel único na sociedade: ser submissa ao homem";
Falta = seria melhor, "ausência", pois é mais formal do que "falta", sempre fica melhor: ausência de liberdade;
Em casos como o da violência praticada contra o gênero feminino, o fator relevante, é a dependência que a mulher tem com o sexo oposto ao seu = você, no início do parágrafo, já havia dito isso em palavras um pouco diferentes. Não precisa dizer mais; fica enrolação.
Cada vez mais = ficaria melhor se você colocasse "freneticamente", que dá o mesmo sentido, mas com uma linguagem mais formal;
Mantem - se = faltou o acento: mantêm-se, pois estamos falando de plural
Conhecer = poderia ser colocado um outro sinônimo, pois "conhecer" é muito casual;
Promovendo campanhas em prol de assegurar ao gênero feminino o pleno gozo da sua liberdade individual = você continuou o raciocínio da outra frase, porém em frases diferentes, em uma nova frase; é errado; o "promovendo" viria depois de uma vírgula, e não um ponto.

C1: Domínio da Linguagem Formal : 190
C2: Compreensão da Proposta: 200
C3: Organização dos Argumentos e Fatos: 190
C4: Domínio dos Mecanismos Linguísticos: 200
C5: Propor Intervenção Social: 120

Total: 900 Smile *considere que sou estudante

LuhFurlan

Mensagens : 39
Pontos : 51
Data de inscrição : 06/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira - corrijo de volta se corrigirem a minha.

Mensagem  red1000 em Dom Set 11, 2016 10:28 am

Galera, o fórum atualmente encontra-se sem moderação. Como não estou dando conta das correções, estou migrando pra outra página de correção!!
Esse projeto é MUITO importante para ser descontinuado, visto que muita gente depende dele. Por isso, quem quiser corrigir suas redações, é só entrar no endereço abaixo e se cadastrar!
redacaonota1000.forum-livre.com


red1000

Mensagens : 3124
Pontos : 3128
Data de inscrição : 06/02/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira - corrijo de volta se corrigirem a minha.

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum