Redação EFOMM

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Redação EFOMM

Mensagem  vitoria salgado em Ter Jul 04, 2017 5:50 pm

Perfeição inexistente

Sabe-se que o selfie é uma ferramenta que proporciona a fácil captura do momento, ou paisagens junto à pessoa que fotografa.Nesse contexto, surge a moda da estereotipação, assim como a necessidade da definição de limites do uso saudável, sem o vício de uma perfeição inexistente.
O autorretrato ganhou novas dimensões em decorrência da tecnologia, de modo a permitir a moldura do instante desejado e o simples e rápido compartilhamento com seu círculo social em diferentes aplicativos.
Por outro lado, torna-se uma busca incansável pela imagem perfeita, através da exposição, da absurda obrigatoriedade de felicidade e ainda a preocupante manipulação da realidade para camuflar defeitos.
Ainda convém lembrar que é válido ter coerência em ambos os mundos, real e virtual.Frente a isso, é importante dar valor à vida concreta, simultaneamente buscar o autoconhecimento e adquirir a consequente autoaceitação.
Em relação aos fatos mencionados acima, conclui-se que o selfie pode virar uma perigosa ferramenta de superficialidade, pelo fato de que despersonifica o individuo frente a verdadeira identidade, em troca de um vago retorno social.



Cinco linhas em cada parágrafo


Selfie: Práticas perversas e o uso consciente

vitoria salgado

Mensagens : 1
Pontos : 3
Data de inscrição : 04/07/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum