Tema: Biodiversidade, bioprospecção e inovação no Brasil

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tema: Biodiversidade, bioprospecção e inovação no Brasil

Mensagem  Aline Cardoso em Seg Jul 17, 2017 9:52 pm

O Brasil, detentor das maiores riquezas ambientais do planeta, dispõe de uma bioeconomia subdesenvolvida. Tendo em vista que, os cientistas apresentam uma vasta extensão geográfica a analisar em consonância com os entraves burocráticos que restringe o acesso ao patrimônio genético.
O território brasileiro contém diversos ecossistemas desconhecidos, logo investigar de modo sustentável cada sistema e descobrir o organismo com característica que se transforme em produto natural requer inúmeros anos de pesquisa e de novas técnicas de exploração para atingir os 8.516.000 km² de área.
Por outro lado, as delimitações burocráticas impostas pelo poder legislativo interferem direta em estudos dos sistemas biológicos. Em 20 de maio de 2015, a Lei nº 13.123 criada pela ex-presidente Dilma Rousseff, paralisou a sondagem do Centro de Pesquisa da Amazônia sobre a bioprospecção no âmbito da farmacologia. Assim, neutralizando o desenvolvimento de biotecnologias.
Diante do exposto, é necessário desenvolver discussões e seminários acadêmicos e empresariais sobre a bioeconomia afim de incentivar os setores acadêmicos, governamentais e empresariais a fundar à agenda de inovação industrial baseada em bioprodutos e derivados da biodiversidade nacional.

Aline Cardoso

Mensagens : 2
Pontos : 6
Data de inscrição : 17/07/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tema: Biodiversidade, bioprospecção e inovação no Brasil

Mensagem  CamilaFran em Qui Jul 27, 2017 2:46 pm

Aline, é importante deixar no tópico se irá prestar concurso, vestibular ou enem.


Aline Cardoso escreveu: Brasil, detentor das maiores riquezas ambientais do planeta, dispõe de uma bioeconomia subdesenvolvida. Tendo em vista que, os cientistas apresentam uma vasta extensão geográfica a analisar em consonância com os entraves burocráticos que restringe o acesso ao patrimônio genético.

- O conteúdo da sua introdução está interessante, contudo, a organização não está boa.
- "Tendo em vista" não é o termo adequado.  
- Evite termo generalizante ou subjetivo. Riqueza ambiental inclui fauna e flora, relevo e até o clima. O Brasil, de fato, possui riquezas ambientais invejáveis, entretanto, não se pode dizer que são as maiores riquezas (mais importantes), posto que há animais e vegetações não encontradas aqui, mas sim em outras localidades, e que são igualmente importantes.
- A relação de "maiores riquezas" com "bioeconomia subdesenvolvida" não ficou muito clara.

"Apesar da vasta extensão geográfica ambiental do Brasil, que possui alguma das maiores riquezas ambientais, a restrição burocrática à análise do patrimônio genético coloca o país entre os que ainda possuem uma bioeconomia subdesenvolvida".



Aline Cardoso escreveu:O território brasileiro contém diversos ecossistemas desconhecidos, logo investigar de modo sustentável cada sistema e descobrir o organismo com característica que se transforme em produto natural requer inúmeros anos de pesquisa e de novas técnicas de exploração para atingir os 8.516.000 km² de área.

- Esta área é do território brasileiro como um todo ou se refere apenas à parte ambiental? O leitor pode ficar em dúvida.
- O problema aqui também foi a construção do parágrafo.
- A introdução deve ser abordada parte por parte, assim o leitor consegue compreender perfeitamente o texto.

"O território brasileiro possui 8.516.000 Km² de área e, por conseguinte, diversos ecossistemas desconhecidos cuja análise permitiria descobrir organismos com características necessárias para a transformação em produto natural."



Aline Cardoso escreveu:Por outro lado, as delimitações burocráticas impostas pelo poder legislativo interferem direta em estudos dos sistemas biológicos. Em 20 de maio de 2015, a Lei nº 13.123 criada pela ex-presidente Dilma Rousseff, paralisou a sondagem do Centro de Pesquisa da Amazônia sobre a bioprospecção no âmbito da farmacologia. Assim, neutralizando o desenvolvimento de biotecnologias.

- O Presidente faz parte do Poder executivo, apesar de também exercer funções legislativas, logo, o problema não é exatamente o poder legislativo, e sim a legislação. Seria possível também dizer que o problema decorre do legislativo e do executivo.
- Os seus períodos devem estar conexos (períodos são as partes separadas por ponto final, dentro do parágrafo).
- O ideal era que após esse parágrafo tivesse mais um falando das consequência dessa interferência da legislação na bioeconomia do país e, apenas então fazer a conclusão.

" O principal entrave para que essas pesquisas ocorram de forma satisfatória decorre da burocracia imposta pela legislação, bem como da restrição imposta aos estudos no sistema biológico. Um claro exemplo dessa interferência se materializa na Lei n° 13.123/2015, promulgada pela ex-presidenta Dilma Roussef, posto que paralisou a sondagem sobre a bioprospecção no âmbito da farmacologia, que era realizada pelo Centro de Pesquisa da Amazônia."



Aline Cardoso escreveu:Diante do exposto, é necessário desenvolver discussões e seminários acadêmicos e empresariais sobre a bioeconomia afim de incentivar os setores acadêmicos, governamentais e empresariais a fundar à agenda de inovação industrial baseada em bioprodutos e derivados da biodiversidade nacional.

- a conexão entre "diante do exposto" e "é necessário" exige algum outro termo de ligação.
- "afim" significa afinidade, " a fim" significa finalidade.
- Você só deve trazer na conclusão solução diretamente relacionada com o que expôs no texto.

"Diante do exposto, observa-se a necessidade de redução da burocracia e limitação impostas pela legislação em relação à pesquisa na área bioeconomica, a qual poderia ser incentivada através de discussões e seminários acadêmicos e empresarias que expusessem a importância da análise ambiental para o desenvolvimento da bioeconomia no país."


Seu texto está muito bom. Se fosse prestar vestibular ou enem, teria uma boa nota, porém, ele ainda pode ser melhorado.

Veja a diferença entre os dois textos:

Apesar da vasta extensão geográfica ambiental do Brasil, que possui alguma das maiores riquezas ambientais, a restrição burocrática à análise do patrimônio genético coloca o país entre os que ainda possuem uma bioeconomia subdesenvolvida.
O território brasileiro possui 8.516.000 Km² de área e, por conseguinte, diversos ecossistemas desconhecidos, cuja análise permitiria descobrir organismos com características necessárias para a transformação em produto natural.
O principal entrave para que essas pesquisas ocorram de forma satisfatória decorre da burocracia imposta pela legislação, bem como da restrição imposta aos estudos no sistema biológico. Um claro exemplo dessa interferência se materializa na Lei n° 13.123/2015, promulgada pela ex-presidenta Dilma Roussef, posto que paralisou a sondagem sobre a bioprospecção no âmbito da farmacologia, que era realizada pelo Centro de Pesquisa da Amazônia.
Diante do exposto, observa-se a necessidade de redução da burocracia e limitação impostas pela legislação em relação à pesquisa na área bioeconomica, a qual poderia ser incentivada através de discussões e seminários acadêmicos e empresarias que expusessem a importância da análise ambiental para o desenvolvimento da bioeconomia no país.
avatar
CamilaFran

Mensagens : 26
Pontos : 26
Data de inscrição : 25/02/2015
Idade : 24
Localização : Londrina

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum